quarta-feira, 11 de janeiro de 2012

Enchente atual em Ribeirão Vermelho - janeiro de 2012













Fotos de Gelson Araújo de 10 de janeiro.

6 comentários:

  1. Nooooooooooooossssssa!! Que enchente! Parabéns ao Gelson pelas fotos, muito boas. Assim nós que estamos longe conseguimos acompanhar os acontecimentos em Minas Gerais.
    E não resta a menor dúvida que os prédios foram muito bem construidos mesmo, tantos anos e tantas enchentes.

    ResponderExcluir
  2. As enchentes são o carma de Ribeirão Vermelho,que sempre tem seu patrimônio ferroviário ameaçado.Uma pena.A história novamente se repete,mesmo com a presença da Usina do Funil.

    ResponderExcluir
  3. Anderson Nascimento14 de janeiro de 2012 20:25

    Muito triste e com muitas lamentações é que vejo estas fotos. O povo de Ribeirão Vermelho precisa de muita força. Recentemente, estive nesta cidade e presenciei uma obra de recuperação de um dos galpões históricos da RFFSA (o galpão em amarelo nas fotos), obra muito bem feita e de grande qualidade. É muito triste ver as fotos em que um trabalho tão belo e com tantas dificuldades sofra este tipo de dano. Uma cidade pequena e sem tantos recursos tenta preservar sua história, enquanto outras, ricas e poderosas, viram suas costas às ferrovias. Força povo de Ribeirão Vermelho.

    ResponderExcluir
  4. É lamentável, porque antes da barragem do Funil, as enchentes eram bem espaçadas de anos para outros. Agora, quase todo ano é isto que se vê nas fotos. Acima de Ribeirão Vermelho são 3 barragens ou hidrelétricas, ou seja, Funil, Itutinga, e Camargos. Me desculpem o desabafo, mas faltou um pouco de comunicação entre os operadores das 3 barragens. Camargos deveria ter soltado aos poucos a água, uns 15 dias antes. Camargos abre as comportas com tudo, Itutinga também abre as comportas e Funil para não ser estourada, abre o gargalo. Isto foi feito por volta das 22 horas de uma noite chuvosa. Dizem que a água subia 1 metro por hora. Pegou todos em Ribeirão de surpresa. Prejuízos e mais prejuízos. Culpar a natureza é muito fácil. Alguém tem e deve ser responsabilizado por isto. Nem postei antes e nem fui lá ver o lago formado, porque fico muito triste e já vi este filme antes várias vezes.

    ResponderExcluir
  5. A água chegou a alcançar a locomotiva Nº315, que se encontra próxima á estação? Farei uma matéria sobre as cheias através da história em Ribeirão vermelho no meu portal e preciso de informações. Siga lá http://minasstrains.blogspot.com

    ResponderExcluir
  6. Eu acredito que não. Seria interessante vc entrar em contato com a própria prefeitura da cidade, pois detalhes sobre as enchentes eu não sei.

    ResponderExcluir

Sua participação é muito bem-vinda. Caso escolha a opção "Anônimo" peço deixar seu nome completo e sua cidade no texto do comentário para que possamos publicá-lo. Obrigado.

Ricardo